Bem-vindo ao CEBI! (51) 3568-2560 | [email protected]

CEBI-CE: 8 de março, Dia Internacional da Mulher

CEBI-CE: 8 de março, Dia Internacional da Mulher
9 de março de 2018 CEBI Comunicação

Motivada a falar sobre a data de 08 de março e seu significado para mim, pensei: o que tenho a dizer sobre esse tema?

Sei da enorme importância de todos os movimentos de mulheres ao longo da história e, especificamente do DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

No nosso calendário gregoriano o ano em 364 dias. Por que só um dia dedicado às Mulheres, que são a maioria da população? Por que essa data?

Há todo um histórico das lutas emancipatórias das mulheres como o movimento sufragista, “emancipação feminina na Rússia soviética”, a resistência das mulheres latino-americanas, e por aí vai.

Mas como agariana/cebiana inserida no CEBI e comprometida com a Leitura Popular e Libertadora da Bíblia, pus-me a matutar (usando uma expressão bem cearense). Será que os primórdios das lutas feministas não remontariam a tempos ancestrais? Nas nossas mães africanas com suas rezas e “mezinhas” ao cuidar da comunidade? Pimba! Fez-se a luz.

A divindade libertadora que cremos “escreveu” diferente os textos bíblicos. Então como Eva eu pensei: Deus não proibiu comer do fruto, mas disse para saboreá-lo, ruminá-lo e fazê-lo sabedoria de vida. E como Agar disse: Deus não criou esse sistema de escravizar uma mulher e fazê-la parir para outra. O filho das minhas entranhas é meu! E Deus falou com Agar, a abençoou e a fez mãe da uma grande descendência.

E a noiva do cântico dos cânticos que contra todas as imposições diz “eu sou do meu amado e o meu amado é meu”, não aceitando que as regras e as normas vigentes conduzissem a sua vida. Dando um salto para a frente vejo Maria de Nazaré rompendo com todas as amarras legais dizer: SIM, SEREI A MÃE DO LIBERTADOR!

E Maria de Magdala, discípula e parceira de Jesus na caminhada de libertação das pessoas oprimidas pelos sistemas imperiais dizer aos homens: há lugar para mim nesse grupo, e sou seguidora de Jesus sim, queiram ou não. E muitas outras mulheres da Bíblia que disseram não as exclusões e sim a dignidade da mulher em toda a sua plenitude.

Dia Internacional da Mulher

Então, para mim pretensamente biblista, as raízes dos feminismos estão na história das mulheres da Bíblia ao entenderem que a divindade libertadora e criadora é para toda as pessoas que sonham com um mundo onde todas e todos tenham espaço de vida digna, de solidariedade, fraternidade, sororidade e amorosidade, como VIVE, ENSINA E INSPIRA O MESTRE DE NAZARÉ.

Enquanto houver violência de todas as formas contra todas as mulheres, em todos os lugares, enquanto o FEMINICÍDIO encher as páginas policiais diante da indiferença da sociedade, o 08 de Março se faz necessário.

E o meu sonho como agariana/cebianas é ver a LPB entendida pela comunidade cebiana como intrinsecamente sendo ECUMÊNICA, ECOLÓGICA, ETNICA, MILITANTE POLÍTICA E FEMINISTA.

Principalmente que não mais sejam necessárias datas específicas para grupos excluídos das sociedades e que “todas e todos sejam uma só família humana em Cristo”.
Por tudo isso: VIVA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Texto de Terezinha Casimiro Albuquerque, do CEBI-CE.